sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

[TEXTO] Ódio próprio

Eu queria poder explicar o significado desse aperto no peito que eu tenho às vezes, não que eu ache que ele irá embora se eu encontrar explicação, mas eu queria entender, mas eu queria tanta coisa que não tenho.
Eu queria uma casinha perto do praia pra viver sossegada sentindo a brisa que vem com o mar, eu queria um emprego onde todos os dias eu fizesse o que eu gostasse, eu queria estudar algo pelo qual eu fosse fascinada! Eu queria cantar todos os dias pra espantar toda tristeza, eu queria uma música que não lembrasse o passado, eu queria deitar no travesseiro e pegar no sono assim que eu deitasse. Eu queria dois filhos, eu queria escrever um livro, eu queria um lar e um amor verdadeiro, eu queria um jardim pra eu cuidar.
Eu queria tanta coisa agora que eu não queria antes. Eu queria tanta coisa agora que eu sei que amanhã pode ser que eu não queira mais... Eu queria escrever um texto bom pra vocês lerem, mas até disso eu já me cansei.
E eu odeio me cansar das coisas tão rápido assim, odeio ser essa pessoa que eu sou algumas vezes. Odeio não ter um rumo em que eu saiba minha localização ou o meu propósito, odeio não ter ninguém do lado pra conversar, odeio não me importar com quem está do lado. Odeio essa autossuficiência que eu criei pra não me machucar. Eu quis me proteger das pessoas sem olhar no espelho e perceber que meu próprio monstro sou eu.

Ps.: Nem meditar ajudou, eu odeio essa desestabilização.

(Jenifer Alana dos Santos)

sábado, 12 de dezembro de 2015

[INDICAÇÃO] Bandinhas pra vocês!

Oi gente!
Queria deixar duas bandas super legais pra vocês darem uma pesquisada, eu tô gostando bastante das músicas que baixei e queria compartilhar com vocês :)

A primeira delas é a Halestorm, que ouvi há um tempo mas foi uma ou outra música; como eu estava carente de bandas novas, fui procurar algum álbum deles, baixei o Into the Wild Life e tô adorando! Não procurei muito sobre a banda porque tô infinitamente sem tempo, então me perdoem por isso.


A segunda banda é a The Avett Brothers, que é o oposto da Halestorm, já que Avett Brothers é mais calma, um som mais sossegado de ouvir. Essa banda me foi apresentada por uma amiga e também não paro de ouvir.


Bom, divirtam-se e curtam bastante! Depois me contem o que acharam já que vocês nunca aparecem aqui. 
Beijo ;)

(Jenifer Alana dos Santos)

quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

[TEXTO] Eu tentei escrever sobre felicidade

Ás vezes eu me pego pensando no que tanto me inspira a escrever. Eu costumava não saber escrever sobre coisas felizes porque eu acreditava que minha vida não era feliz até eu perceber que felicidade não é necessariamente uma constância. Eu não vou te dizer o significado de felicidade porque é algo que vêm de dentro de você e não se explica, como se pra cada um fosse uma sensação diferente; assim como o amor, o ódio, a tristeza... para alguns, felicidade é quando dá tudo "certo", para mim, felicidade é quando eu ando na rua e de repente me vem uma alegria que só eu sinto, uma energia boa que deixa o meu andar diferente e o meu olhar mais bonito sobre as coisas.
Eu não sou completamente feliz, nem quero ser. Não quero perder essa sensação de achar o dia mais bonito, de respirar aliviada... eu adoro estar feliz, mas eu não saberia aproveitar a felicidade se eu não soubesse quão profunda a tristeza pode ser.
Ás vezes eu me pego pensando no que tanto me inspira a escrever. A energia de casa acabou e um texto começou. A energia voltou e eu perdi o rumo de onde eu tava. Não é uma metáfora, pode rir.
Eu só sei que de alguma forma eu entendi que não preciso estar feliz e calma o tempo todo, eu aprendi a respeitar a mim e as minhas inconstâncias. Eu entendi que paz está dentro de mim quando eu aceito que tudo acontece da melhor maneira mesmo quando essa maneira não me agrada tanto. Eu quero dizer que nem sempre é sol todo dia, ás vezes chove também, e faz parte do clima e do tempo (se é que vocês me entendem). Eu sorrio. eu desespero, mas o que é a vida se não esse turbilhão de incertezas, alegrias e tristezas?
Ps.: só consegui terminar o texto depois que a luz acabou e eu escrevi ele no papel à luz de velas, queria digitalizar de tão bonitinha que ficou minha letra haha. Um beijo pra vocês e boas energias~~~

(Jenifer Alana dos Santos)

*credite se compartilhar, e DIVULGUEEEEEM