sábado, 27 de junho de 2015

[TEXTO] Sobre não saber meu lugar no mundo

Eu tô parada há um século esperando algo leve na minha vida. Essas coisas não tem hora certa pra aparecer e infelizmente somem nas horas em que você mais precisa. Vez ou outra eu arrumo algo pra me distrair, mas não dura muito tempo porque eu canso fácil das coisas, das pessoas, dos lugares... e eu me sinto extremamente cansada de tudo.
Quando uma situação começa a me sufocar eu começo a reprimir os dias, como se eu estivesse vivendo num transe em que eu nunca sou despertada até que eu tome uma atitude. Talvez essa seja a forma da minha consciência operar ou rejeitar.
E é nítido que não sei lidar com essa situação. Eu até acho que sou meio mimada, eu gosto das coisas do meu jeito e sob o meu controle mas eu me acomodo e me calo quando eu não gosto do que está acontecendo. Essa forma de sentir e sofrer sozinha só aumenta minha explosão. Eu sei que eu deveria falar, mas eu não consigo e é aí que fico revendo a situação a cada cinco minutos e me perguntando se vale a pena viver assim.
Eu sei que não vai longe, uma hora uma simples brisa pode me fazer soltar um furacão, e aí já era. Eu acabo comigo porque eu não sei aceitar o que eu sou.