terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

[TEXTO] Paredes

IAcho incrível como as coisas mudam. Hoje retorno às minhas lembranças, as memórias estão tão próximas. Meu medo e eu, lado a lado. E uma parede conhecida - real ou imaginária - me separando da realidade.
Acho incrível como as coisas mudam. Como o passado parece tão presente. E me questiono o quanto isso me afeta.
Acho incrível como as coisas mudam. Como as pessoas mudam. E como mudam a gente.
Meu pensamento voa alto, o céu ofusca meus olhos e então os fecho. Nem tudo que é belo permanece, um olhar diferente, o brilho do céu me cegou.
Acho incrível como você pode estar tão longe e tão perto. Tão presente em mim, mesmo não sendo meu. As lembranças permanecem vivas e eu me perco em toda esquina. O que mais me resta para perder?
Acho incrível como as coisas mudam. Como você mente tão naturalmente, como vivemos vidas distintas e juntas ao mesmo tempo como se fossemos um só.
As memórias estão com você agora? Elas batem a sua porta? Chutam a verdade na sua cara? Você está do outro lado da parede, será que pode me sentir?
Acho incrível como as coisas mudam. Incrível como aquele 'eu te amo' não dito ainda me persegue. Já não há mais tempo. Quando iremos quebrar essas paredes? Eu estou desmoronando, só me resta levantar e reconstruir.

(Jenifer Alana dos Santos)

*Credite se usar, a escritora agradece*

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

[DICA] We heart it



O que é o We ♥ it?
É um site onde você encontra diversos tipos de imagens/fotos profissionais, fofas, e bonitas. Eu superindico pra quem gosta de montar o próprio bg, pra blogs, logo, avatar etc etc. Você pode se cadastrar e enviar imagens também.
Eu gosto bastante porque você encontra fácil o que procura. É só colocar uma palavrinha chave e pronto! 


E aproveitando pra dizer que é minha fonte pra maioria dos posts. Então, caso você goste de alguma imagem/foto aqui do blog, pode procurar mais por lá.




Contatos:
conte1001blablablas@hotmail.com
conte1001blablablas@gmail.com
tt: @1001Blablablas
ask: @Jenyyys

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

[TEXTO] Cicatrizei.

    Durante muito tempo eu sabia exatamente o que se passava na razão e no coração existentes em mim. Fazia questão de escrever para lembrar. Hoje, posso dizer que há um enorme vazio – que lá no fundo talvez contenha uma explicação – mas que não me implora para ser registrado ou contado.
    Quantas horas, quantos dias, quantos meses dura a sua angústia? Qual o tamanho da sua incerteza? E até quando o vazio vai ser egoísta o suficiente para não aceitar o amor que tenho recebido?
    A vida doce me fez assim tão amarga. Aquele sorriso hipnótico me deixou assim, desconfiada.
   Quando olho em volta e não vejo nada em que eu posso me apoiar, não há desequilíbrio, existe uma incontrolável vontade de me atirar ao fundo. Esse espaço inocupado é tão grande, que nem mesmo as generosidades tão raras da vida ajudam a preenchê-lo.
   Isso é para que eu perceba que todo esse vazio sou eu mesma que cultivo, atingindo-me com antigas foices como se a ferida não pudesse cicatrizar só para ser lembrada. Cheia de incertezas e sempre achando que não sou capaz ou merecedora. 
    Inútil não sou eu, nem você. Inútil é essa persistência em permanecer com aquilo que só nos trouxe o mal. Joguei fora as sementes que não brotaram, minha cova se fechou e eu não estava dentro dela. Cicatrizei. ®

(Jenifer Alana dos Santos)



*Credite se usar, a escritora agradece*

Contatos:
conte1001blablablas@hotmail.com
conte1001blablablas@gmail.com
tt: @1001Blablablas
ask: @Jenyyys

[TEXTO] Prisões invisíveis

    Tenho que parar com a vontade de te desejar, de te olhar, de me encantar. Antes que todo esse desejo se torne um vício. Tenho que parar de pensar que você pode ser meu, pois sei que nunca poderei tê-lo. Parar de achar que você vai me olhar nos olhos e enxergar que estou caindo por você.
    Confesso que meu coração transborda de esperança a cada palavra que você diz, mas ao mesmo tempo, minha parte ferida alerta sobre um possível sofrimento quando eu finalmente abrir os olhos e perceber que você jamais se apaixonaria por mim.
    Tenho que parar de esperar que as coisas aconteçam. Tenho que arriscar. Parar de deixar que o medo e as dúvidas aprisionem a coragem que suplica para ser liberta, pois sei que isso não me permite tentar.
    E então a fixação do erro em minha mente me cerca de dúvidas, e talvez seja por isso que mais uma vez eu resista a tentativa de acreditar em você.
    Eu poderia parar de cair por você, mas você poderia tentar entender o que meus olhos dizem. Nós sempre podemos fazer, mas continuamos resistindo a felicidade. A gente só não é feliz porque não quer. ®

(Jenifer Alana dos Santos)



*Credite se usar, a escritora agradece.*

Contatos:
conte1001blablablas@hotmail.com
conte1001blablablas@gmail.com
tt: @1001Blablablas
ask: @Jenyyys

[BOAS VINDAS] Welcome!



Sejam bem-vind@s aos 1001 blablablas que tenho pra contar.

Contatos:
conte1001blablablas@hotmail.com
conte1001blablablas@gmail.com
tt: @1001Blablablas
ask: @Jenyyys